Campus de Quixadá é premiado em competição nacional de Interação Humano-Computador

Escrito em: 29 de outubro de 2019 | Atualizado em: 29 de outubro de 2019

Pelo terceiro ano consecutivo a Universidade Federal do Ceará conquista o pódio na Competição do XVIII Simpósio Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais, principal evento científico da área de Interação Humano-Computador (IHC) no Brasil. Os projetos PadimPet, do Campus de Quixadá, e Clube do Resgate, do Curso de Sistemas e Mídias Digitais, em Fortaleza, ficaram na primeira e na terceira colocação, respectivamente.

O resultado da competição foi divulgado nessa quarta-feira (23), em Vitória, no Espírito Santo. O segundo lugar foi para a equipe Cãopanheiro, da Cesar School (Pernambuco). Neste ano, o desafio da disputa foi apresentar projetos a partir do tema “Adoção de animais abandonados”.

O grande destaque da competição foi o Campus de Quixadá. Tricampeão na disputa, o campus conquistou o primeiro lugar com o projeto PadimPet, aplicativo elaborado para promover o apadrinhamento de animais pelas pessoas que não podem criar um animal em casa.

O projeto é de autoria de Raissa Lemos, do Curso de Design Digital, e de Marcelo Martins e Sávia Fernandes, do Curso de Engenharia de Computação, e de Filipe Damasceno, que atuou como professor substituto até 2018.

Orientadora do trabalho, a Profª Andréia Libório, diretora do Campus de Quixadá, observa que aquele campus também venceu a competição em 2018, com o projeto Hidrate Spark: avaliando um sistema ubíquo para motivar a ingestão de água, e em 2017, com o trabalho Progster: aprendendo lógica de programação com um tabuleiro eletrônico.

Ela destaca o bom desempenho da Universidade em competições nessa área. “A UFC está ganhando cada vez mais visibilidade na área de Interação Humano-Computador, como mostra o fato de a Universidade ganhar o primeiro lugar”, aponta.

BRONZE – A Federal do Ceará garantiu também o terceiro lugar na competição com o projeto Clube do Resgate, desenvolvido pelos alunos Izac Sidarta, David Miranda, Patrick Nobre e Espedito Roza, e orientado pelo Prof. Mateus Pinheiro, do Curso de Sistemas e Mídias Digitais. Baseado em localização, o aplicativo é um jogo virtual que busca conscientizar os jogadores sobre o abandono de animais.

Leia mais: Projetos da UFC sobre adoção de animais abandonados são finalistas em competição de IHC

 

Fonte: Profª Andréia Libório, diretora do Campus da UFC em Quixadá – e-mail: andreia.ufc@gmail.com, via Portal da UFC

Fonte: Portal do Campus Quixadá

©2019 - Universidade Federal do Ceará - Campus Quixadá. Todos os direitos reservados.
Endereço: Av. José de Freitas Queiroz, 5003 – Cedro – Quixadá – Ceará 63902-580
Telefone: (88) 3412-0919